5 coisas que não te contaram sobre o Music Branding

1- Trilha sonora personalizada.

Você pode ter uma trilha sonora que represente a sua marca. Tudo gira em torno de tocar a música certa para as pessoas certas. Porém, saber quais estilos e artistas são a cara da sua marca não é uma tarefa fácil.

Essa construção de identidade sonora acontece através de muito estudo e pesquisa, sobre a história e o posicionamento da marca e sobre o perfil de seus clientes. Muitos setores internos de uma empresa tentam conseguir esses dados e traduzir em um DNA musical, mas apenas uma agência de Music Branding possui a expertise necessária para chegar a um resultado que ajude a marca a alcançar suas metas.

2-Music Branding pode padronizar suas lojas

Padronizar. Sim. O sonho de consumo de muitos empresários pode ser feito usando música!

Não tem nada mais perturbador do que pensar em uma marca que a cada loja que você entra está tocando um estilo de música diferente.

Quando falamos em Music Branding, estamos falando automaticamente sobre DNA musical. Isso nada mais é do que uma marca se preocupando em encontrar sua “voz”, e falar com os seus consumidores da mesma forma em todos os pontos que está presente.

Uma vez que esse DNA é definido, acontece a escolha das músicas que farão parte da trilha sonora personalizada. Essa seleção de músicas com o mesmo estilo é que fará com que a padronização aconteça, porque isso possibilita que ela seja replicada em todas as lojas da marca.

Como a audição é algo muito forte e influencia o ser humano, isso faz com que todas as vezes que o cliente entre em qualquer loja, em qualquer cidade e em qualquer país, ele tenha a mesma sensação.

3-O DNA musical errado pode te prejudicar

Imagine que te convidaram para uma festa e não te falaram o dress code. Você se arruma e coloca a roupa mais chique e cara que tem. Chegando no local, você percebe que é apenas um encontro entre amigos e que todos estão vestindo roupas casuais. Como você se sente? Desconfortável, não é mesmo?

É assim que as músicas erradas fazem seus clientes se sentirem. E nós temos certeza que não é isso que você deseja. Ter uma trilha sonora alinhada com o perfil da marca, além de deixar os consumidores confortáveis, também ajuda na construção e fortalecimento de uma marca.

4-Aumento suas vendas através da música

Música é resultado. Um ambiente sonorizado de acordo com a identidade musical da marca faz com que a identificação dos clientes seja aumentada. Todo mundo gosta de ficar em um lugar que te deixa confortável e que proporcione uma experiência diferenciada.

Por isso as músicas certas e no volume certo, fazem com que os clientes passem mais tempo na loja. Por permanecerem mais tempo, logo olham mais produtos e consequentemente compram mais.

O som também influencia na produtividade de seus funcionários. Se você gosta de trabalhar ouvindo música, o mesmo acontece com seus colaboradores. Um ambiente sem sonorização deixa o local sem vida e chato.

5-A sua identidade musical não precisa ser trabalhada só no ponto de venda

Por que não multiplicar sua identidade musical em outros canais? Ter música em suas lojas é algo de extrema importância, mas você também pode trabalhar a experiência sonora dos seus clientes em canais de streaming, eventos, ações sensoriais, site, redes sociais.

Essa disseminação do DNA fará com que seus consumidores sejam lembrados da sua existência sempre que ouvirem os artistas que de alguma forma estão vinculados a sua marca.

Como dito nos tópicos anteriores, é muito importante tomar cuidado com essas escolhas. As decisões erradas podem afetar o negócio e a recuperação pode ser lenta e prejudicial. Por isso, encontrar seu DNA musical e padronizar suas lojas são estratégias que devem estar dentro do seu plano de comunicação, para que assim, você consiga proporcionar uma experiência sensorial para seus clientes.

 

Sign in to post your comment or sign-up if you don't have any account.

Leave a Comment